O CMAR (CONTROLE DE MATERIAIS DE ACABAMENTO E REVESTIMENTO) é obrigatório para a obtenção do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), na maioria das edificações. Ele estabelece que condições devem ser atendidas pelos materiais de acabamento e de revestimento utilizado no imóvel, para que, no caso de sinistro de incêndio, estes materiais restrinjam a propagação de fogo e o desenvolvimento de fumaça, atendendo ao previsto na legislação de segurança contra incêndio das edificações e áreas de risco do estado de São Paulo.

Basicamente o CMAR consiste na emissão do ATESTADO DO EMPREGO DE MATERIAIS DE ACABAMENTO E REVESTIMENTO (também chamado de atestado CMAR), resultado da inspeção técnica de um engenheiro legalmente habilitado, observando as classes dos materiais combustíveis e incombustíveis, utilizados como acabamento e revestimento empregados nas paredes, pisos e tetos. Juntamente com a respectiva ART - Anotação de Responsabilidade Técnica do CREA-SP emitida pelo responsável técnico formam um documento único para a obtenção do AVCB. Caso a edificação não esteja de acordo com a legislação, será necessária a colocação de produto retardante de chama qualificado com laudos reconhecidos, para atendimento às normas técnicas nacionais ou internacionais.

A aplicação de determinados retardantes em madeiras, por exemplo, é possível impedir a combustão total da madeira, assim menos calor será gerado. É estimado por especialistas que os produtos de proteção passiva contra o fogo podem retardar em até 20 vezes o avanço do fogo, quando comparado a substratos não tratados.